Quarta-feira, 14 de Setembro de 2005

no restaurante chinês

(tête a tête entre mãe e filho de nove anos)


- Então, Diogo, estás com vontade de voltar à escola?

- Estou!

- Tens saudades dos teus amigos? Da Mariana R. ?

(o apelido, essencial para o reconhecimento no micro cosmos social que é a primária, foi aqui omitido, por respeito ao bom nome da visada)
- Tenho.

(princípios de riso)

- Estás com saudades de namorar com ela?

- Oh mãe!... hoje em dia não se namora, anda-se.

- Ah. Pois. Claro. Anda-se.

(pausa)

- Olha uma coisa, e lá no colégio, onde é que tu e a Mariana nam...digo, andam? O que é que fazem?

- Nâo fazemos nada em lado nenhum que as contínuas não deixam, estão sempre atrás de nós.

- Nem um beijinho?

(risos, muitos risos)

- Nada, nem um! Nem sequer podemos dar as mãos.
- A sério?! Não acredito!

- Juro, não podemos. Quer dizer, só podemos durante os passeios de estudo, em que vamos aos pares.

- Ah, bom! Ao menos isso...

- Mas eu sou um desgraçado, mãe, não tenho sorte nenhuma: calham-me sempre as feias.
publicado por Vieira do Mar às 12:35
link do post | comentar | favorito
vieiradomar@sapo.pt
Sofia Vieira

Divulga também a tua página

. Setembro 2013

. Novembro 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005