Sexta-feira, 22 de Julho de 2005

...

dos quatro dias que passámos na disneylandia,

o mais stressante foi mesmo a história dos "autógrafos" dos personagens Disney. Eu explico: à entrada vendem-se uns livrinhos em branco para que as criancinhas possam recolher os autógrafos de uns meninos e meninas que por lá andam, vestidos de Donalds, Mickeys, Minnies e afins, a distribuir beijinhos, adeuses e rubricas apressadas. Mas só a uns quantos afortunados, ou seja, àqueles miúdos que têm a sorte de espetar com o livrinho no focinho ratolas do Mickey e de este, por acaso, engraçar com eles e estar para aí virado. A coisa está cronometrada ao segundo para criar nas crianças uma apetência selvagem pelo rabisco do personagem: os gajos chegam de repente, ficam por cinco minutos, distribuem o que têm a distribuir de acordo com critérios insondáveis e depois ala que se faz tarde, indiferentes às súplicas de pais e filhos, deixando atrás de si um rasto de criancinhas de três e quatro anos a chorarem baba e ranho, de livrinho e caneta espetados em vão no ar. Adeus, adeus, agora não dá mais, chauzinho até depois. É cruel, pá, é cruel. Andava por lá um filho da puta de um pinóquio que eu, se pudesse, arrancava-lhe o narizinho e enfiava-lho num sítio que eu cá sei... por três vezes o Joãozinho se postou à frente dele e eu atrás do miúdo, feita idiota, please, please, je vous empris, pinóquiô, pinóquiô, e o sacana dava meia volta e desandava. Ainda hoje, o miúdo me fala no pinóquio e me pergunta porquê, porquê? Mas a justiça não dorme e eu tenho fé e mais não digo, para não parecer uma cabra vingativa. Bom, mas o que acontece então quando surge, por exemplo, o Pluto, no horizonte? Uma chusma de crianças à beira da histeria, seguidas pelas respectivas mães e pelos paizinhos, estes de máquina em riste, dispostos a tudo para captarem o momento. Como os mais pequenos ou, pura e simplesmente, os mais tímidos, não conseguem chegar à frente, as mães assumem-se furisosas guarda-costas e vai de furar a turba à cotovelada e de pespegar com o livrinho na tromba do personagem, no género assina-me esta merda e faz-me o puto feliz, se não parto-te os cornos, meu cabrão. Pelo caminho levam tudo a eito, o Diogo levou com uma cotovelada nos rins de uma italiana que até ficou com falta de ar. Aquilo é um espectáculo patético e muito humilhante, é o que vos digo, além de stressar os miúdos, que cedo se apercebem de que as suas chances são de uma num milhão. A estada cedo se transforma numa caça ao personagem disney.E o pior de tudo é que eu também entrei naquele jogo sujo e corri e chamei pela Branca de Neve, snow white, snow white, here! Here!, que o puto chorava porque só tinha dois autógrafos e os irmãos, uns cavalões descarados, tinham oito e eu, anda lá meu querido, se for preciso mato ou estropio, mas o estupor do Pluto há de apôr a patinha de peluche no teu caderninho, eu seja ceguinha. E pôs mesmo.O que me consola é pensar que estava um calor de assar passarinhos nas árvores e que todos os quidos bonequinhos que me rejeitaram os filhos coziam certamente, dentro dos seus fatinhos de pelúcia. E que hoje, amanhã e depois, ainda por lá andarão ( ao serviço de uma máquina de fazer dinheiro que vende magia a rodos mas que se está verdadeiramente cagando nos sentimentos das crianças). Oh yeah!
publicado por Vieira do Mar às 05:35
link do post | comentar | favorito
vieiradomar@sapo.pt
Sofia Vieira

Divulga também a tua página

. Setembro 2013

. Novembro 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005