Domingo, 13 de Novembro de 2011

a perspectiva adolescente do burst hormonal alheio

Conversa no carro, depois de ir buscar o filho de 15 anos e os seus dois colegas de banda a um ensaio:

- Epá meu, o Peixoto anda mêmo parvo, com a cena da Mariana.
- Ya, é só sms´s a toda a toda hora, eu já lhe disse, pá, meu, tens que te controlar, essa cena é ridícula...
- Eu até curto a miúda, mas ela faz dele o que quer, meu, trata-o mesmo mal.
- A gaja é muita feia.
- Isso eu não acho. Não é nenhuma... sei lá, nenhuma modelo, mas não é feia.
- É horrível para ele, meu.
- Ya, isso é verdade,  ele só faz o que ela quer, meu, cena triste.

 

Neste momento, intervenho piedosamente:
- Oh meninos, deixem lá o vosso amigo em paz, não vêem que ele está apaixonado?

 

Diogo:
- Ya mãe, mas há limites. Ele é mas é a bitch dela.

publicado por Vieira do Mar às 14:05
link do post | comentar | favorito
vieiradomar@sapo.pt
Sofia Vieira

Divulga também a tua página

. Setembro 2013

. Novembro 2011

. Setembro 2010

. Junho 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005